domingo, 25 de outubro de 2009

Divisão - 3º e 4º anos

A divisão é algo sempre temido por muitos alunos. Sendo assim e me baseando no professor Ernesto Rosa Neto (vídeo assistido), resolvi desmistificar esse suposto medo, sugerindo a minha experiência de divisão trabalhada com alunos de 3º e 4º anos.

A atividade pode ser realizada com a turma toda, anotando as sequências das rodadas no caderno.

Exemplifico.


Um aluno recebe 345 canudinhos para distribuir entre 28 colegas.

Pra começar, ele faz uma primeira rodada, decidindo entregar cinco canudinhos a cada coleguinha. Restaram, portanto, 205 em suas mãos, para dividir numa segunda rodada.

Como ainda havia um monte, ele resolve dar 6 pra cada um, totalizando 168. Agora só restaram 37. Sendo assim, na última rodada ele não poderá dar mais do que 1 canudinho a cada um dos 28, pois faltariam.

Um a um, os alunos da turma receberam 12 canudinhos, enquanto na mão do responsável pela divisão sobraram 9.

Divisão por rodadas.

Nesta modalidade o aluno pode realizar a divisão a partir do seu critério de quantidade, levando em conta que deverá dividir de forma igualitária.

O aluno sempre terá em mente o total a ser divido, podendo iniciar com uma quantidade pequena; desta forma, porém, necessitará de muitas rodadas.

Para obter uma quantidade maior na divisão serão necessárias menos rodadas até obter o resultado final.

Observe o quadro abaixo.

Divisão de 128 por 5


128- 25= 103
Já distribuiu 25, faltam distribuir 103
103- 35= 68
Já distribuiu 35, faltam distribuir 68
68-15= 53
Já distribuiu 15, faltam distribuir 53
53- 20= 33
Já distribuiu 20, faltam distribuir 33
33- 20= 13
Já distribuiu 20, faltam distribuir 13
13- 10= 3
Já distribuiu 10, faltam distribuir 3

Neste caso, o 3 (três) será a sobra, ou o resto, pois não haverá igualdade na divisão.
Como o quadro mostra, cada criança recebeu 25.

2 comentários:

Chica disse...

Como sempre, brilhante.Isabel! beijos e linda semana,chica

Luciano Schüler disse...

Depois dum comentário com o quilate deste da Chica (e todos que ela faz), precisa dizer mais?
Beijos, amor!